Você está aqui
Home > Dicas de sucesso > Quando a empresa vai mal é preciso agir como um investigador

Quando a empresa vai mal é preciso agir como um investigador

Empresa vai mal

Se seu negócio está indo ladeira abaixo, talvez seja hora de tomar um outro caminho: a investigação. Este é um caminho simples e óbvio, porém é quase sempre menosprezado por empresários, sejam experientes ou jovens. Fazer um trabalho de detetive pode garantir ótimos resultados para uma empresa que vai mal, e é para ajudar você nesse processo que trouxemos algumas dicas, confira!

Investigar a organização da sua empresa

Em alguns casos, a queda nas receitas é causada pela má ou falta de organização. Quando este problema é identificado não significa que todos os funcionários são ruins, mas significa que chegou a hora de colocar todos eles em uma espécie de quarentena, para que você, como empreendedor, possa avaliar caso a caso, e decidir quem está disposto a mudar, quem é um bom funcionário e também aqueles que já não possuem o perfil da sua empresa. Essa é a primeira etapa da renovação, a análise de quem está trabalhando com você.

Porém, apenas avaliar os funcionários não é o bastante, você deve levar a avaliação a um nível mais aprofundando, verificando todas etapas que envolvem o processo de aquisição (fornecedores, material de limpeza, escritório, entre outros) e toda a estrutura do seu negócio. Nada deve ser deixado de lado.

Empresa vai mal

Quando a empresa vai mal a culpa é de quem?

Temos uma triste notícia para você: talvez ninguém tenha culpa! Se sua empresa vai mal, você não deve ficar desperdiçando sua energia em encontrar um culpado. Colocar a culpa em alguém pode inclusive atrapalhar o processo de recuperação do seu negócio, já que intuitivamente você pode entender que demitir determinada pessoa pode fazer o problema desaparecer, porém não bem assim que funciona.

Ao invés de procurar culpados, procure soluções. E é justamente para isso que serve a etapa anterior. Avalie cada situação com calma, não resolva nada na pressa.

Avaliar a sua postura como empresário

Não pense que como empresário, você deve ficar de fora dessa avaliação. Em alguns casos você pode se surpreender ao descobrir que também tomou decisões que, pareciam certas, mas que a longo prazo trouxeram algum prejuízo para o seu próprio negócio.

Mas calma, não é o fim do mundo! É sempre tempo de rever as possibilidades e garantir novos ares para sua empresa.

Empresa vai mal

Procurar ajude especializada

Depois de avaliar com calma cada aspecto, ponderar bastante e buscar soluções, é hora de começar as mudanças dentro da empresa. Para isso, conte com ajuda de um consultor de negócio, um contador, advogado, ou até mesmo de uma agência de propaganda.

Estamos aqui falando de problemas de uma forma genérica, porém, durante o processo de avaliação, você precisa identificar onde está a origem do caos.

Se sua empresa vai mal por não conseguir vender o que produz: é preciso encontrar soluções de marketing. Procure novas agências, renove a forma de falar com o seu público, invista em conteúdo e agregue valor ao seu produto ou serviço.

Se sua empresa vai mal por não conseguir arcar com a folha de pagamento, pagar fornecedores, ou outros problemas que envolvam dinheiro, um consultor financeiro ou contador podem dar à luz que você procura para salvar seu negócio, através de auditorias e outros recursos.

Se a questão for judicial, o mais indicado é encontrar um advogado, e assim por diante. Para cada tipo de problema, existe um perfil adequado de profissional. Procure sempre um especialista no assunto para oferecer as soluções que se encaixam as suas necessidades e não confie em soluções milagrosas.

Ser sincero com seus funcionários

Se a empresa vai mal, as pessoas que trabalham com você precisam saber. Simples assim. Se for algo que a solução seja fácil, dar a notícia não será penoso. Porém, se a situação exige mudanças drásticas, como demissões, férias coletivas, e até mesmo a venda do negócio, não pegue seus trabalhadores no susto.

Contar a verdade pode ajudar uma empresa que vai mal a dar a volta por cima, pois não são raros os casos de trabalhadores que se emprenham e fazem tudo o possível para garantir a continuidade do negócio. Para você é a sua empresa em jogo, para eles é o emprego. Os dois lados têm bons motivos para trabalhar juntos pela recuperação do empreendimento.

Se você está passando por um momento de dificuldade, não se desespere, temos certeza que seguindo nossas dicas você irá encontrar uma boa solução para os problemas da sua empresa! Não se esqueça de sugerir novos temas e deixar o seu depoimento nos comentários.

Deixe uma resposta

Top