Você está aqui
Home > Dicas de sucesso > Princípios de Henri Fayol – A Teoria Clássica da Administração

Princípios de Henri Fayol – A Teoria Clássica da Administração

Henri Fayol

Os administradores de empresa de hoje em dia têm acesso a uma incrível variedade de recursos, artigos, cursos e informações que usar para melhorar suas habilidades. Mas o que muitos desconhecem é que, os trabalhos de Henri Fayol tiveram grande contribuição para todo esse conhecimento.

No início do século XX, gestores de empresas tinham poucos recursos externos para orientar e desenvolver suas práticas de gestão. Mas, graças a teóricos, como Henri Fayol, foi possível alcançar um novo patamar, disponibilizando ferramentas que ajudaram milhares de pessoas a liderar e administrar com mais eficiência.

Fayol é considerado um dos pais das bases da moderna teoria da administração, graças a sua Teoria Clássica da Administração. E aqui no Blog GuiaJá você fica por dentro de quais são os princípios e as funções dessa teoria.

Quem foi Fayol

Jules Henri Fayol nasceu em Istambul em 1841, formado pela Ecole des Mines de Saint-Etienne (uma das mais tradicionais universidades de Engenharia da França), ele tinha apenas 19 anos quando começou a trabalhar como engenheiro em uma grande empresa de mineração francesa. Mostrando grande habilidade, não demorou para se tornar diretor, numa época em que a mineradora empregava mais de 1.000 pessoas.

Ao longo dos anos, Fayol começou a desenvolver o que ele considerou ser os 14 princípios mais importantes da administração. Essencialmente, eles explicavam como os gerentes deveriam se organizar e interagir com a equipe.

Em 1916, aos 75 anos, ele publicou o que se tornaria um marco na história das Ciências Administrativas, o artigo “14 Principles of Management” no livro “Administration Industrielle et Générale”. Fayol também criou uma lista das seis funções principais de gerenciamento, que andam de mãos dadas com os Princípios.

Veja também:  O que faz e quanto ganha um assistente administrativo?

Henri Fayol

Os 14 Princípios de Gestão de Henri Fayol

Os 14 Princípios de Fayol foram uma das primeiras teorias de administração a serem criadas e continuam sendo uma das mais abrangentes. Ele é considerado um dos colaboradores mais influentes do conceito moderno de administração. Os princípios de Fayol estão listados abaixo:

  1. Divisão do Trabalho – quando os funcionários são especializados, a produção pode aumentar porque eles se tornam cada vez mais qualificados e eficientes.

  2. Autoridade – os gerentes devem ter autoridade para dar ordens, mas também devem ter em mente que com autoridade vem a responsabilidade.

  3. Disciplina – a disciplina deve ser mantida nas organizações, mas os métodos para isso podem variar.

  4. Unidade de comando – cada setor deve ter apenas um supervisor direto.

  5. Unidade de direção – é necessário que as equipes estejam trabalhando sob a direção de um gerente/supervisor, usando um plano. Isso garantirá que a ação seja devidamente coordenada.

  6. Interesses gerais acima dos interesses individuais – os interesses de um funcionário não devem se tornar mais importantes que os do grupo. Esse mesmo princípio se aplica aos gerentes, supervisores, coordenadores.

  7. Remuneração – uma remuneração justa para todos garante a satisfação do funcionário, que por sua vez garante a satisfação da empresa.

  8. Centralização – deve haver na empresa uma autoridade centralizadora e responsável pela tomada de decisões. No entanto, este princípio também se refere a proximidade que os funcionários estão do processo de tomada de decisão. Cabendo ao gestor encontrar um equilíbrio entre tal participação.

  9. Hierarquia – é imprescindível estabelecer uma hierarquia dentro da organização ou em sua cadeia de produção/comando. Todos devem estar cientes de qual seu papel dentro da empresa.

  10. Organização – o ambiente de trabalho deve ser organizado.

  11. Equidade – todos os funcionários devem ser tratados de forma justa.

  12. Estabilidade de pessoal – os gestores devem se esforçar ao máximo para promover a estabilidade dos funcionários.

  13. Iniciativa – a empresa deve estimular que os funcionários (de todos os níveis) tenham liberdade de criar e executar planos.

  14. Espírito de equipe – as organizações devem se esforçar para promover o espírito de equipe e a união entre seus funcionários.

Henri Fayol

As 6 Funções de Gerenciamento de Fayol

Em seus escritos, Fayol tentou construir uma teoria da administração que pudesse ser usada como base para educação formal em gestão e treinamento. Fayol primeiro dividiu todas as atividades organizacionais em seis funções:

  1. Função Técnica: engenharia, produção, fabricação, adaptação.

  2. Função Comercial: compra, venda, troca.

  3. Função Financeira: a busca pelo uso otimizado do capital.

  4. Segurança: proteção de ativos e pessoal.

  5. Contabilidade: balanço, custos, estatísticas, etc.

  6. Função Gerencial: planejamento, organização, comando, coordenação e controle.

Nesta última, podemos destacar melhor da seguinte forma:

Veja também:  5 técnicas para treinar seus vendedores

Planejamento – Um bom plano de ação deve ser flexível, contínuo, relevante e preciso, pois unifica a organização. Através do planejamento é possível prioridades e condições do negócio, fazer previsões de longo prazo e criar estratégicas de ação.

Organização – Organizar é tanto sobre tanto como responsabilidade e autoridade, como sobre fluxo de comunicação e o uso de recursos.

Comando – Para serem bons comandantes, os supervisores/gerentes devem: conhecer seus funcionários/subordinados; ter empatia; saber quando admitir e demitir um trabalhador; assumir responsabilidades; ser um bom exemplo; investir em treinamentos para sua equipe, entre outros.

Coordenação – A coordenação envolve determinar o tempo e o sequenciamento das atividades de forma apropriada.

Controle – significa verificar e saber tudo ocorre de acordo com o plano adotado, os princípios estabelecidos e as instruções emitidas.

Ao tomar contato pela primeira com o trabalho de Henri Fayol, é comum que a maioria das pessoas fiquem surpresas ao saber que, mesmo tendo mais de 100 anos, ela aborda temas tão comuns aos dias de hoje. Você já conhecia a Teoria Clássica da Administração de Fayol? Deixe seu comentário e não se esqueça de sugerir novos temas para o Blog GuiaJá!

Deixe uma resposta

Top