Você está aqui
Home > Divulgando sua empresa > Tudo que você precisa saber antes de montar sua loja virtual

Tudo que você precisa saber antes de montar sua loja virtual

Loja virtual

As vantagens de montar uma loja virtual são muitas, mas como nem tudo são flores, antes de dar o primeiro passo é essencial tirar todas as dúvidas sobre o assunto. Para ajudar você nessa tarefa, o Blog GuiaJá traz tudo o que você precisa fazer antes de iniciar um e-commerce.

Nosso objetivo não é trazer apenas um lista de verificação, mas sim fazer com que você reflita muito bem sobre cada uma delas e desse modo, afaste todos os riscos que podem arruinar seu negócio.

1) Quantos tipos de produtos você pretende vender na sua loja virtual?

Pode parecer um pouco bobo, mas refletir muitas e muitas vezes sobre o que será vendido em uma loja virtual faz toda a diferença. Não há nada de errado em vender muitos produtos, mas você tem que ter a certeza que poderá lidar com a quantidade de dados que eles irão gerar.

Uma coisa é vender 100 tipos de produtos e ponto final. Outra coisa, totalmente diferente, é vender 100 tipos de produtos com 100 tipos de variações entre cada um deles.

2) Como será o seu estoque?

Se você vai vender algo físico, é lógico que antes da venda esses produtos precisam ficar guardados em um local adequado. Existem muitas burocracias envolvendo estiques, portanto, muitas vezes é preciso consultar a legislação antes de alugar um espaço ou usar sua casa como estoque. Procure sanar todas as dúvidas a este respeito e evite receber multas.

3) Como é que você pretende entregar esses produtos?

Se sua loja virtual comercializar produtos digitais, seus problemas com a entrega serão praticamente nulos. Mas se o seu e-commerce trabalhar com vendas de produtos físicos, aí sim, podem surgir inúmeros problemas: qual o volume e peso dos produtos; correio ou transportadora; entregas especiais.

E essas são apenas algumas das ponderações necessárias para reduzir a chance de erros. Não se esqueça que também é preciso pensar sobre as condições de frete e se será preciso um serviço de entrega especializado, como no caso de animais e plantas, por exemplo.

4) Montar um plano de negócio

Ter um plano de negócios antes de iniciar seu e-commerce é essencial, simplesmente porque se você não sabe o quanto espera vender, você também não saberá quanto investir.

Planejamento é a alma de qualquer empreendimento de sucesso. Sente-se e coloque todas as ideias no papel.

5) Como você vai construir seu site de vendas?

Se você já sabe montar sites, então passe para a próxima casa. Mas se este não é seu forte, vale a pena pesquisar e conversar com quem entende do assunto. Colocar qualquer layout de loja virtual no ar pode ser uma péssima escolha.

Na maioria das vezes, é mais interessante adiar o lançamento do site, disponibilizando seu e-commerce apenas depois de ter certeza que se trata de um site de fácil navegação, intuitivo e, principalmente, responsivos (que se ajustam automaticamente a qualquer aparelho, seja PC, tablete ou celular).

6) Quem fará o gerenciamento do site?

Antes de o seu site de comércio eletrônico entrar em operação, você também precisa ter um plano para gerenciar as atualizações da plataforma, as atualizações do sistema, layout, hospedagem, enfim, tudo que envolver a parte técnica do e-commerce.

7) Como colocar produtos na loja virtual?

Novamente uma questão óbvia, porém que merece toda atenção. Se seu negócio é pequeno e você possui apenas algumas dezenas de coisas para vender, não haverá muito trabalho.

Mas se sua loja online for com o objetivo de oferecer centenas de produtos, fazer tudo manualmente pode consumir um tempo precioso. Tente encontrar soluções automatizadas para facilitar o trabalho.

8) Saber como gerenciar seu inventário

Uma vez que os produtos estão ativos e ativos no site, como você gerenciará o estoque? Não se esqueça de interligar as informações de venda com as informações de quantidade disponíveis.

9) Como seu cliente online poderá pagar?

Existem muitas formas diferentes que oferecer facilidades de pagamento ao consumidor. Lembre-se de trabalhar com as mais conhecidas, como cartões de crédito, PayPal, Mercado Pago, boleto, entre outras, que também deixam seu site de vendas mais confiável.

Loja virtual

10) Como proteger as informações do cliente?

Quando você está pensando em pagamentos, não se esqueça de considerar como você protegerá a informação do cliente, afinal, você não quer ter problemas futuros ligados ao seu negócio, como vazamento de informações e até golpes.

11) Considerar os impostos sobre as vendas

Procure um contador da sua confiança, o SEBRAE, ou outra entidade e esclareça suas dúvidas sobre o tipo de imposto que você terá que recolher. Problemas com a receita podem ser evitados, não arrisque seu negócio e saiba procure conhecer toda legislação sobre emissão de notas fiscais.

12) Como você pretende acompanhar as compras?

Uma vez que sua loja online estiver operando, como você irá processar e cumprir ordens? Existem muitas formas de fazer o acompanhamento dos pedidos: painel no site; recebimento de e-mail, entre outros. Se você não tem tempo para fazer isso, será preciso contratar alguém.

13) Interação entre loja virtual e clientes

Como os clientes vão entrar em contato com a loja? Para onde eles encaminharão as perguntas, críticas, preocupações?

Tudo isso deve estar funcionando muito bem no momento em que a loja virtual estiver ativa. Usar redes sociais, chat online, e-mail, tudo isso é essencial para estabelecer uma conexão entre você e seu cliente.

14) Você pretende integrar comentários e avaliações?

Comentários e avaliações e comentários podem ajudar a criar confiança. Os compradores que não estão familiarizados com o seu negócio podem estar dispostos a dar uma chance ao seu site se houverem avaliações positivas de outros compradores.

Pense sobre o assunto e reflita sobre como disponibilizar isso em sua plataforma de comércio online.

15) Invista em alguma estratégia de marketing

Como você pretende atrai compradores? Antes de colocar seu site no ar, precisa ter uma estratégia definida nesse sentido: contratar uma agência de propaganda ou um profissional autônomo pode ser uma excelente alternativa. Se a grana estiver curta, nada melhor que estudar sobre como aplicar estratégias de marketing digital no seu negócio.

Estas são as principais coisas que você precisa avaliar antes de começar uma loja online. Esperamos que você tenha gostado do nosso artigo e desejamos sorte nas suas vendas! Não se esqueça deixar suas opiniões e sugestões nos comentários.

Deixe uma resposta

Top