Você está aqui
Home > Dicas de sucesso > Aprenda a calcular quanto o funcionário custa para a empresa

Aprenda a calcular quanto o funcionário custa para a empresa

Quanto o funcionário custa

Se por um lado eles são as engrenagens que fazem a empresa se mover, por outro, representam um gasto significativo nas despesas correntes de qualquer negócio. Os funcionários e quanto eles custam devem ser uma preocupação recorrente de qualquer empreendedor.

E se você ainda não sabe quanto seu funcionário custa, o Blog Guia Já vai ensinar como fazer o cálculo. Primeiro, temos que lembrar que o cálculo abaixo corresponde ao trabalhador registrado, ressaltando que o registro é obrigatório e deixar de fazê-lo pode resultar em multas.

Quanto um funcionário custa para a empresa?

Graças a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), um conjunto de leis que regem o relacionamento entre empregado e empregador, assim que você contrata alguém para compor sua equipe, além de computar os valores do salário bruto base, também precisa adicionais outros percentuais adicionais ao gasto final com este trabalhador.
Esses percentuais são os chamados encargos sociais, que correspondem a um custo adicional que podem variar entre 39,37% a 68,18% sobre o salário bruto.

Para ter um controle maior sobre tais valores, o ideal é ter um contador para gerenciar todos os gastos do seu negócio. Tais encargos se dividem em duas categorias: Simples Nacional (exclusivo para empresas de pequeno porte) e os cobrados de empresas que não tem direito ao registro no Simples Nacional.

Encargos Sociais gerais

Para empresas que não tem direito ao registro no Simples Nacional, os encargos são os seguintes:

FGTS/Provisão de Multa para Rescisão 4%
INSS 20%
13º salário 8,33%
FGTS 8%
Férias 11,11%
Previdenciário sobre 13º / Férias / DSR 7,93%
Seguro Acidente de Trabalho (SAT) até 3%
Salário Educação 2,5%
Incra / Senai / Sesi / Sebrae 3,3%
Total 68,18%

Apenas para saber quanto o funcionário custa para a empresa, basta somar 68/18% ao salário bruto. Se o salário oferecido a um trabalhador é de R$1.500,00, o valor final de seu custo para a empresa é de R$2.522,70.
Além dos encargos obrigatórios, outros benefícios também podem encarecer o valor final de um funcionário, como vale-transporte ou alimentação, seguro de vida, plano de saúde, entre outros.

Quanto o funcionário custa

Encargos Sociais para empresas com Simples Nacional

Para micro e pequenos empresários, o custo final de um trabalhor é menor, pois os percentuais referentes a quatro itens deixam de ser cobrados, sendo recolhidos apenas os cinco encargos abaixo.

FGTS/Provisão de Multa para Rescisão 4%
13º salário 8,33%
FGTS 8%
Férias 11,11%
Previdenciário sobre 13º / Férias / DSR 7,93%
Total 39,37%

Tomando os mesmos R$ 1.500,00 de salário bruto como exemplo, no caso de empresas com o Simples Nacional, soma-se 39,37%, desta forma, o custo final é de R$ 2.090,55.

Quais empresas podem participar do Simples Nacional

Para garantir que as micro e pequenas empresas possam gerar emprego, manter as contas em dia e visualizar possibilidade de crescimento, o Governo Federal oferece uma tributação diferenciada. Porém, nem todos podem se valer desse direito. Para conseguir o registro no Simples Nacional é preciso ter receita anual de no máximo R$ 4,8 milhões, valor correspondente ao faturamento bruto.

O Simples Nacional vigora desde 2007 e garantem outros benefícios, como por exemplo, ser um fator de desempate quando uma empresa está concorrendo a uma licitação pública. Se sua empresa se enquadra nas exigências, você pode fazer seu cadastro no próprio site do Simples Nacional, na aba de ‘Serviços’, clicando na opção ‘Agendamento de Opção pelo Simples Nacional’.

Quanto o funcionário custa

Funcionário sem registro, uma péssima ideia

Para economizar com todos esses encargos, muitas empresas acabam optando por contratar um funcionário sem o registro em carteira. Mas esta é uma péssima opção, pois em caso de desentendimento entre as partes, os empregadores terão que recolher de uma única vez todos os encargos sobre férias, 13º salário, horas extras, adicionais (noturno, insalubridade e periculosidade), além de estarem sujeitos a multas e sanções do Ministério do Trabalho.

Se sua empresa ainda não tem possibilidade de arcar com os custos inerentes a contratação de um funcionário, o mais indicado é procurar trabalhadores que prestem serviço por demanda, como os freelancers, ou usar o serviço de empresas terceirizadas, assim o trabalhador terá vínculo com a prestadora de serviços que você contratou e não com sua empresa.

One thought on “Aprenda a calcular quanto o funcionário custa para a empresa

Deixe uma resposta

Top