Você está aqui
Home > Dicas de sucesso > Dicas de como gerenciar meu negócio familiar

Dicas de como gerenciar meu negócio familiar

Quando falamos em negócio familiar, nos referimos a um tipo de estrutura empresarial muito comum no país. Muitas pessoas decidem que não querem mais trabalhar para terceiros e, ao lado do companheiro (a), pais, irmãos, filhos, ou outro parente, decidem abrir uma pequena empresa.

E assim, de uma estrutura pequena, onde cada um contribui com o capital e muito trabalho, as chances de alcançar o sucesso são grandes. Porém, é preciso saber como gerenciar o negócio familiar, e ter em mente que atritos vão ocorrer, mas precisam ser resolvidos para que tudo dê certo.

Negócio familiar: 10 dicas de gerenciamento

Quando o assunto é negócio familiar, antes de qualquer coisa é preciso lembrar que a convivência pode se tornar complicada. A primeira coisa para tomar cuidado nas empresas familiares é na forma como se dá a comunicação.

Tente, ao máximo, evitar trazer para dentro da empresa problemas externos, e vice-versa; nada de levar problemas da empresa para casa. Saber separar, cada coisa em seu devido lugar, é o mais essencial. Confira agora as 10 dicas que trouxemos para você!

1) Organização

Num negócio familiar é preciso tomar muito cuidado para que a empresa não se torne uma grande bagunça. Vocês podem morar juntos e ir para o trabalho juntos, mas isso não significa que conversas bastam para organizar a empresa.

Tenha uma agenda ou um programa de controle de gastos, entradas e saídas. Também é preciso ter controle sobre os horários de trabalho e almoço. Todos tem que ter em mente que para uma empresa familiar se manter no mercado, todos precisam estar empenhados nela.

2) Jogo limpo

Se em uma organização comum é preciso ser franco, em um negócio familiar isso é ainda mais importante. Nunca esconda algo que esteja ocorrendo. Pode ser o descontentamento com os gastos com copos plásticos, ou um fornecedor/cliente que tenha deixado de fazer negócio com a empresa: tudo deve ser do conhecimento de todos.

3) Distribuição de funções

O filho é bom com as contas, o tio sabe vender, a mãe é ótima em atender os clientes. Um negócio familiar de sucesso é aquele onde cada um se empenha em fazer uma coisa da melhor forma possível. Ninguém deve tentar fazer tudo sozinho.

4) Saber ouvir

Além da dica de ouro (saber falar), temos a dica de diamante: saiba ouvir! Esteja aberto para críticas, dicas, soluções propostas pelos outros integrantes do negócio familiar. Duas cabeças pensam melhor que uma. Não se esqueça disso.

5) Faça o que deve ser feito

O mercado é feito de oscilações e nenhum negócio é 100% seguro contra elas. Se você estiver à frente do negócio familiar, caberá a você tomar as decisões difíceis. Muitas vezes isso pode significar ir contra o que outro membro da família deseja, mas se a sua decisão tiver embasamento, quando for a alternativa mais viável, você terá que fazer.

 negócio familiar

6) Dividir os problemas

Uma solução para evitar os transtornos que decisões difíceis trazem é dividir os problemas. Se o negócio vai mal, se os fornecedores estão atrasando a entrega, se a carga tributária é muito alta, ou seja, lá o que for, tudo precisa ser discutido e dividido.

7) Salários

Assim como em qualquer empresa, os salários devem ser coerentes com a função exercida. Se o seu irmão é o gerente da empresa, e o seu filho é o caixa, como eles poderiam ganhar o mesmo salário? Um negócio familiar deve ser baseado naquilo que é justo, e o igual nem sempre é justo com todos.

8) Sempre cabe mais um?

A taxa de desemprego vem aumentando nos últimos anos. Mas ter um negócio familiar não significa que sua empresa tem estrutura suficiente para empregar a família inteira. Só contrate funcionários para funções que realmente sejam necessárias.

9) Saiba dizer não

Quando se trata de uma empresa familiar, algumas pessoas podem entender que terão mais liberdades do que em uma empresa comum. Mas não é assim que funciona. Adiantamentos de salário, empréstimos, faltas abusivas, chegar mais tarde ou sair mais cedo sem explicações, entre outras coisas. Tudo isso pode e deve ser negado.

10) Pense no futuro

Trabalhar duro para colher os frutos mais tarde. Esta deve ser a meta do seu negócio familiar. Para alcançar bons resultados, é sempre importante que todos estejam alinhados e pensando no futuro.

Aumentar o patrimônio da empresa é uma tarefa árdua, mas que trará vantagens para toda família no futuro, por isso, é sempre importante deixar claro que todos precisam se dedicar para que a empresa familiar cresça.

2 thoughts on “Dicas de como gerenciar meu negócio familiar

  1. muito bom foi otima essa dica tem tudo a ver comigo e vou corrigir alguns erros…obrigado…

Deixe uma resposta

Top